Quem faz parte?



Pós Graduação - Mestrado ou Especialização?

O número de concluintes em cursos de graduação vem crescendo muito no Brasil, e nada mais natural para dar andamento a sua carreira do que realizar uma pós-graduação. Mas na hora de dar este passo, o estudante se depara com diversas opções de cursos, o mais importante neste momento é saber as diferenças que existem entre os programas para escolher o mais adequado para seu perfil.

No país existem dois tipos de cursos de pós-graduação. São os cursos stricto sensu (expressão latina que significa sentido restrito), que são os mestrados, mestrados profissionais, doutorados e pós-doutorado, e os cursos lato sensu (sentido amplo), como as especializações e os MBA´s. 

Os programas stricto sensu têm foco na formação de pesquisadores e professores universitários, ou seja, são geralmente indicados para quem quer seguir a carreira acadêmica. O aluno dessa modalidade adquire um nível de conhecimento mais aprofundado, estimulando a reflexão teórica. Já os cursos lato sensu são ótimos para quem já tem uma rotina diária de trabalho e busca o aperfeiçoamento profissional.

As pós-graduações "lato sensu", geralmente, têm uma menor duração e tendem a ser menos exigentes que os mestrados e doutorado. Além disso, elas não precisam ter uma autorização prévia do MEC. São mais flexíveis, conseguindo atender necessidades mais específicas do mercado de trabalho. 

Nos cursos "stricto sensu" é necessária a autorização do governo para funcionar. Cabe à Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) realizar a recomendação do curso para que ele possa funcionar dentro da Instituição.

Para definir sua escolha, pesquise os cursos, as grades e as modalidades das aulas para escolher aquela que  você mais se identifica. Conversar com pessoas que já realizaram a pós-graduação também pode ser esclarecedor. O mais importante é manter a busca por conhecimento, afinal, aquilo que aprendemos é nosso patrimônio! 

Postado: 16/09/2015